Páginas

domingo, 27 de abril de 2008

Tática do Flamengo

Indiscutível!! Joel Santana fez um trabalho maravilhoso à frente do Flamengo. Desde a classificação HERÓICA pra Libertadores, após sair da zona do rebaixamento, até a boa campanha que vem fazendo no Estadual e Libertadores. Joel tem muitos méritos nesta guinada do Flamengo.
Mas também é indiscutível que o Fla não tem NENHUM padrão tático. Não admito que um treinador que esteja há quase um ano no comando de um time não consiga implantar um esquema de jogo, uma jogada ensaida, uma jogada de escantio, etc.
Ele é um grande motivador e conta com o carinho dos jogadores, isto é determinante para o sucesso de uma equipe, mas na parte tática ele fica muito a desejar; ainda mais com o elenco atual que é recheado de (boas) opções em quase todas as posições.
Joel segue com esquema que deu certo no ano passado mas que já está manjado pelos adversários. Já não basta mais congestionar o meio de campo pra soltar os laterais, que realmente são muito bons ofensivamente. Não basta! É preciso criar alternativas de jogo, variação de esquema dentro da partida. Quando um Fla pega um time como o Botafogo que marca todos os jogadores quase que individualmente a equipe não joga, não joga porque não tem outra alternativa.

Esta é minha análise tática do Fla:

O time começa por um grande goleiro: Bruno. Joga demais, excelente saída de bola, boa impulsão e defesas arrojadas.

Também gosto muito da defesa, Fábio Luciano é o verdadeiro xerifão, espana tudo que vê pela frente e, assim como Angelim, tem um tempo de bola muito bom. Este último também me agrada bastante, é um zagueiro rápido e que se posiciona muito bem, só fica devendo no combate direto ao atacante por ser um pouco franzino pra sua posição.

Aí vem o meio de campo: Joel usa e abusa dos cabeças de bagre: Jailton, Toró, Cristian e cia. Faz um paredão de brucutus pra liberar Juan e Leo Moura pra atacarem como ÍNDIOS! É o unico time do mundo no qual os laterais se cruzam dentro da área ADVERSÁRIA. Sobem ao mesmo tempo e deixam duas avenidas abertas. Isso não tática! Isso é pelada. Pelo menos ali tem o Ibson que, quando quer, dá um toque de qualidade na meiuca. Quando quer e quando não é displicente.

Na frente Souza: O CONE. Nem precisa falar nada, né? O caminhão de gols perdidos falam por si só.

Ps: (olha contradição rsrs) Eu gosto muito do Souza, apesar de reconhecer que ele é fraco. Ele seria titual fácil do meu time. É referencia no ataque e gosto de jogador maluco! Tem que ter um doido no time...

3 comentários:

AFlavis disse...

Gostei da análise. rs Acho que há bons jogadores no time do Flamengo. Esses que você citou, sem dúvida, são bons mesmo. Mas gosto dos laterais também.
Quem sabe com a vinda de um novo técnico, o Flamengo não consiga um padrão técnico. Vamos esperar.
Beijos

Denise disse...

Garça, parabéns pelo seu blog. Muito bem escrito, mostrando que entende do assunto. O esporte está precisando muito de pessoas assim como voce. Beijos, Denise

Anônimo disse...

concordo com a DENISE aí em cima....saudações rubro-negras.

Google