Páginas

sábado, 21 de julho de 2007

O futuro está aqui?

Como todos nós sabemos, a internet e as possibilidades que ela oferece são cada dia maiores e mais impressionantes. O grande "boom" do momento são os portais de vídeo e as TV's virtuais.


Esta semana entrevistei Carlos Alberto Parizzi, comentarista da Rádio Manchete e apresentador do progarama Academia do Futebol na InterativaWebTV.




Considero bastante interessante a possibilidade de fazer um programa ser tem a menor idéia de quem está assistindo ou em que parte do mundo estão assistindo. Parizzi, mesmo bastante ocupado na rádio devido aos Jogos Panamericanos, atendeu prontamente ao convite do blog e falou sobre os desafios e curiosidades de comandar um progama virtual.




Confiram a entrevista!

Ao falar em um programa local ou regional, você sabe qual público está atingindo. Como foi a experiência de comandar um programa onde você não tinha idéia de quem está te assistindo?

Foi meio assustadora no primeiro dia. Não sabia se dava bom dia, boa tarde ou boa noite. Estava falando para o mundo todo. Resolvi adotar a tática do horário local. A sensação é de como você estivesse solto no espaço. Não sabe quem está assistindo, onde está entrando, é um vôo cego. Mas, depois que acostuma, é uma experiência incrível, principalmente quando você recebe perguntas no chat, de todos os lugares, e depois consegue saber os lugares em que estava sendo acessado o programa. É importante tomar cuidado com certos comentários locais que possam ser taxados como ofensas por outra parte. Não pode ter “gana” nos argentinos, por exemplo, porque eles assistem. Então, por mais que você queira gozar “los hermanos” não é uma boa política. O programa deve ter uma produção muito bem feita, com notícias apuradas de todo o mundo, o que exige de quem está apresentando ou comentando está por dentro das principais manchetes esportivas.

Você considera essa diversidade de "interespectadores" positiva ou negativa do ponto de vista do desenvolvimento da pauta?

É muito positiva. Exige maior pesquisa e com isso adquire-se maior conhecimento também. Muitas coisas que achávamos importante como notícia, acabei tendo que correr atrás de outras opiniões para chegarmos a uma, personalizada, e bem embasada. A responsabilidade é muito grande. Basta você falar uma coisa que não esteja de acordo com o contexto para que se perca a credibilidade de quem está assistindo. Tem pessoas expert naquele assunto.



Na sua opinião, a tv na internet terá seu próprio espaço no futuro ou ficará sempre como alternativa?


Difícil fazer qualquer prognóstico sobre a internet, porque você pode , daqui a minutos, ser ultrapassado pela velocidade das informações. Acho que a TV convencional e a Tv por IP se confudem em pesquisas, mas a por IP tem maior agilidade. Não necessita de tanto aparato. A notícia é mais factual no tempo.

O que você acha da possibilidade que a internet oferece de interagir em tempo real com o público?

No meu programa isto acontecia. É como se você estivesse fazendo um misto de rádio, televisão e jornal, mas com resultados imediatos. E o mundo hoje gira em torno do imediatismo. O principal lance da internet é , justamente, você poder se comunicar em tempo real. Depois é poder acompanhar a qualquer hora. São os dois grandes “baratos” da TV por IP.

Você acha que um programa deste tipo é interessante também pro patrocinador? Já que o efeito multiplicativo do computador é bem menor. Se tem uma televisão ligada, às vezes, tem até cinco pessoas assistindo e no computador raramente mais de uma.

Mas em compensação o computador está ligando você a todo mundo. As tvs, tirando as por assinatura, são mais voltadas pára o público local e regional . Os anunciantes tem a vantagem de ter um link direto com o telespectador. É instantâneo. O cara vê a publicidade e se linca diretamente com o patrocinador. Aí depende da página do patrocinador ser interessante, o suficiente, para que o potencial consumidor adquira seu produto, até mesmo na hora.



Ta aí! Quem ainda não conhece uma Tv virtual, confira em http://www.interativawebtv.com.br/





Não se esqueçam do sorteio dos DVD's do Botafogo: "O Resgate da Dignidade".
Os autores das duas melhores rimas sobre o Botafogo e a volta por cima ganham o DVD autografado por Max e Tulio. E-mails para rarafael@gmail.com.
Resultado em duas semanas.

9 comentários:

daniel victor disse...

Bela entrevista. O seu blog está cada dia melhor. Eu li a recomendação do "Folclore da Bola" e tenho acessado sempre.

Só tenho uma critica. Nunca consigo comentar de jeito nenhum, sempre da um erro.

abcs

ARNALDO disse...

RAFAEL,o seu blog está excelente,e este assunto da interatividade é bem focado pelo PARIZZI,que é um dos nossos gdes nomes quando se fala em comunicação....bela matéria.parabéns....

JORGE CAETANO disse...

RAFAEL,além de sua competência ,que tem sido demonstrada nas matérias,você escolheu muito bem o profissional prá focar este assunto...o PARIZZI é um dos que mais sabe "explorar" essa interatividade.......parabéns e boa sorte...

PIERRE LACOMBE disse...

PARABÉNS...EXCELENTE MATÉRIA.ABS.

ELAINE SANTIAGO disse...

essa "dobradinha" é covardia...PARIZZI e RAFAEL ...

Anônimo disse...

tive o mesmo problema do DANIEL VICTOR aí de cima,mas acho que agora consegui.adorei o blog .boa sorte.

JOBRAN ALVES disse...

REALMENTE RAFAEL;VC ESCOLEU A PESSOA CERTA PRÁ PAPEAR SOBRE INTERATIVA;O PARIZZI É MUITO BOM NISSO.BOA SORTE.

irineu feldman disse...

tenho tido dificuldade de mandar comentário.tem que insistir.gostei das matérias.boa sorte.

Ontário Motta disse...

ESTOU PASSANDO PARA AGRADECER A VISITA E PARABENIZÁ-LO PELO SEU BLOG.
UM ABRAÇO,
ALEXANDRE(SO FALO MAL)S.JR.

Google